Não dá para negar a importância do transporte rodoviário de cargas para o Brasil. Conseguimos entender sua força e representatividade em 2018, quando tivemos uma grande greve de caminhoneiros.

Nesta greve, após alguns dias, estávamos à beira do caos, com produtos faltando nos mercados e preços dos combustíveis disparando.

A seguir, compilamos alguns dados que mostram a importância deste tipo de transporte para nossa nação, suas vantagens e os desafios que precisamos enfrentar.

 

A importância do transporte rodoviário em números

Dentre as principais economias do mundo, o Brasil é o que possui a maior concentração rodoviária de transporte de cargas e passageiros. 58% do transporte no país é feito por rodovias – contra 53% da Austrália, 50% da China, 43% da Rússia e 8% do Canadá, segundo dados do Banco Mundial.

A malha rodoviária brasileira é composta por mais de 1.700.000 quilômetros de vias, colocando nosso país como a quarta maior rede de estradas do mundo. Temos tantas estradas e tanta gente cruzando esse país por elas, que aproximadamente 75% de toda a produção do país é escoada por este meio.

Enquanto isso, outras modalidades de transporte têm pouco uso por aqui: marítima (9,2%), aérea (5,8%), ferroviária (5,4%), cabotagem (3%) e hidroviária (0,7%), de acordo com a pesquisa Custos Logísticos no Brasil, da Fundação Dom Cabral.

Outro dado importante, informado no anuário de 2017 da CNT (Confederação Nacional do Transporte), mostrou que entre 2006 e 2016 o transporte de toneladas úteis (TU) de carga no Brasil aumentou em 29,5%, passando de 389 milhões para 503,8 milhões.

Com esses dados fica fácil entender como o transporte rodoviário de cargas é tão importante para o Brasil e seu papel central no desenvolvimento da nossa economia. É pelas nossas estradas que passa o progresso da nação.

 

O que gerou o crescimento do transporte rodoviário no Brasil?

O transporte rodoviário se tornou importante devido a muitos anos de investimentos e desenvolvimento da malha viária e do acesso aos meios de transporte terrestres.

Tudo começa na década de 1920, durante o governo de Washington Luís, quando ocorrem os primeiros investimentos em rodovias no país e é construída a rodovia Rio-São Paulo, que até 1940 era a única pavimentada no país.

No governo de Juscelino Kubitschek (1956 a 1961), com sua promessa de crescer 50 anos em 5, o país viu a forte chegada da indústria automobilística alavancar o crescimento da malha viária do país.

Na época, inclusive, a substituição das ferrovias pelas rodovias era considerado como uma forma de modernização e avanço tecnológico, o que impulsionou ainda mais seu crescimento.

Nos últimos governos, adicionamos a essa equação uma abertura cada vez maior do mercado, com montadoras se instalando no país e uma facilitação na obtenção de crédito, principalmente para caminhoneiros e empresas de transporte que quisessem obter automóveis para seu trabalho.

Com esses ingredientes, vimos o crescimento em número e importância do transporte rodoviário de cargas no país.

 

Vantagens do transporte rodoviário

Algumas vantagens desse tipo de transporte justificam sua ampla adesão por diversas empresas por todo o território nacional.

– Temos uma malha rodoviária extensa, que atende a praticamente todas as cidades do país.

– A infraestrutura das estradas brasileiras ainda é melhor do que a dos outros tipos de transporte, como marítimo, aéreo e etc.

– Há uma grande facilidade em contratar serviços de transporte e uma boa flexibilidade de rotas.

– Por fim, a burocracia é mais simples do que em outros meios de transporte.

 

Os desafios que as empresas precisam enfrentar

Empresas que utilizam os transportes rodoviários de cargas precisam enfrentar alguns desafios. Apesar de uma grande malha viária e uma boa infraestrutura no geral, alguns pontos ainda são precários e arriscados.

Afinal, estamos falando de um país com dimensões continentais e em alguns pontos é difícil conseguir manter a qualidade e a segurança do tráfego.

Por isso, um dos principais desafios é encontrar empresas especializadas no transporte de cargas, assim como a Bendo Transportes, que tem veículos adequados, material humano capacitado e know-how garantido para rodar todas as estradas do Brasil com rapidez e segurança.