Cortar as estradas desse país imenso não é tarefa fácil. É preciso estar preparado para todos os imprevistos que podem ocorrer.

Por isso, um bom motorista sempre se vale de alguns cuidados para garantir que seu caminhão esteja preparado para qualquer coisa e que suas viagens sejam tranquilas e seguras.

Pensando nisso, separamos algumas dicas, que irão ajudar caminhoneiros e gestores da área de transporte a manterem suas frotas bem cuidadas, garantindo mais quilômetros rodados e mais lucro para suas empresas.

Cuidados com manutenção preventiva

É melhor prevenir do que remediar, não é mesmo? Neste caso é ainda mais importante, já que o gasto com conserto e peças para caminhões pode ser altíssimo. Vale mais cuidar para que a vida útil do veículo seja preservada.

Pensando nisso, não esqueça de verificar e manter sempre em bom estado de conservação os itens a seguir:

Óleo

Verifique no manual do seu veículo qual o tipo de óleo é recomendado para o seu motor e também a quilometragem ideal para executar a troca.

Evite andar com óleo vencido, pois quando velho, ele perde a sua viscosidade, sua capacidade de aderir às partes metálicas e fazer a lubrificação do motor.

Depois de algum tempo ele começa a engrossar, formando uma espécie de borra, que se prende nas engrenagens, fazendo com que o motor trabalhe com dificuldade, aumentando o risco de fundi-lo.

Não esqueça de trocar também o filtro de óleo, para que ele continue retendo as impurezas que podem chegar ao lubrificante.

Limpador de parabrisas

Pouca gente dá importância, mas o limpador é um item de segurança de qualquer veículo. É importante trocar as palhetas periodicamente ou assim que nota algum risco ou falha em suas borrachas.

Além de perder a capacidade de limpar sujeiras, uma palheta velha pode riscar o vidro e ainda deixar marcas que dificultam a visão do motorista.

Alinhamento e balanceamento

O transporte constante de cargas pode prejudicar o alinhamento e balanceamento de um caminhão. Pra complicar, temos trechos de estradas em péssimo estado, agravando esse quadro.

Um caminhão desalinhado pode perder o controle mais facilmente. Além disso, isso pode gerar um desgaste prematuro nas rodas e pneus, já que um lado acaba recebendo mais impacto.

Calibrar os pneus

Pneus descalibrados alteram diversas características dos veículos. Afetam a estabilidade, diminuem a segurança e ainda faz com que o motor precise se esforçar mais para atingir velocidades altas, aumentando o consumo de combustível.

Por isso, é importante verificar qual a pressão recomendada pela montadora, geralmente presente no manual, e manter, tanto o cavalo mecânico, quanto a caçamba, sempre calibrados.

Vale lembrar que de acordo com a carga transportada pode ser necessário aumentar a pressão dos pneus.

Nada de tanque vazio

Não viva perigosamente. Evite deixar o tanque na reserva. Afinal, muitas vezes é preciso andar diversos quilômetros até achar um posto e você não vai querer o risco de ficar no meio do caminho, não é mesmo?

Quando o tanque está com pouco combustível há uma concentração maior de impurezas no diesel e isso pode resultar em bicos injetores entupidos. A solução é não deixar o tanque vazio e sempre abastecer em postos de qualidade.

Cuidados que o caminhoneiro precisa ter

Além do caminhão, o próprio caminhoneiro precisa tomar alguns cuidados enquanto dirige.

Planejamento de rota

Não basta ligar o caminhão e sair rodando por aí. É importante planejar a rota para evitar gastos desnecessários com pedágios, estradas bloqueadas ou em péssimo estado. É possível usar aplicativos para smartphone para checar os trajetos e, assim, programar paradas para abastecimento e descanso.

Cuidados com a saúde

Mais de 40% dos caminhoneiros sofre com altas taxas de colesterol. Por isso, é importante cuidar da saúde evitando alimentos processados, gordurosos ou muito doces.

O motorista deve também buscar fazer exercícios, se alongando e caminhando um pouco a cada parada. Manter hábitos saudáveis pode garantir muitos anos de vida e menos preocupações para o caminhoneiro e sua família.